O duelo do Cruzeiro domingo, às 17h, contra o Botafogo, no Engenhão, último compromisso do ano, pode ser amenas uma mera formalidade para boa parte do elenco. Mas, para um atleta em especial a partida tem uma importância muito grande. Sem jogar há quatro meses por causa de uma contusão, o volante Ariel Cabral treinou normalmente na manhã desta quarta-feira (29) e pode reencontrar a bola neste fim de semana.

Por causa da lesão, o argentino precisou passar por uma cirurgia no tornozelo esquerdo. A última partida do jogador aconteceu na 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando o Cruzeiro empatou em 0 a 0 com o Vitória, no Mineirão. Desde aquela noite de domingo, a rotina do jogador foi hospital, fisioterapia e recuperação na Toca da Raposa II.

Liberado pelo departamento médico do clube, Cabral vem aprimorando a parte física com os companheiros há várias semanas no CT da Raposa e agora poderá fazer sua reestreia. Pronto ele garante que já está. Vai depender apenas do técnico Mano Menezes, que costuma redobrar a atenção com jogadores que estão retornando de contusão. Por causa do longo período afastado dos gramados, o mais provável é que Ariel Cabral seja opção para o segundo tempo da partida contra o alvinegro carioca.

Continua após a publicidade

Nesta temporada, o jogador esteve em campo em 34 dos 74 jogos do Cruzeiro. Foram 13 partidas pelo Brasileiro, um pela Sul-Americana, um pela Primeira Liga, nove pela Copa do Brasil e dez pelo Campeonato Mineiro. Antes de se machucar, Cabral era titular absoluto de Mano Menezes. Com a saída de Cabral, o treinador testou vários nomes ao lado de Henrique, mas foi mesmo Hudson que se firmou como titular até a contusão sofrida no fim do mês de outubro, que o tirou dos gramados nesta temporada. Além dele, Nonoca, Lucas Silva, Romero também tiveram suas oportunidades, com o argentino levando vantagem sobre os concorrentes nesta reta final de Brasileiro.