Todo sorteio de Copa do Mundo a expectativa fica em cima de qual será o temido “grupo da morte”. Na Rússia, em 2018, o amante do futebol não precisa esperar uma chave tão perigosa. Mas o evento que aconteceu nesta sexta-feira, em Moscou, registrou duas seleções em situações mais complicadas.

O sorteio até tentou criar um grupo da morte, o B. Portugal entrou como cabeça de chave e logo teve a Espanha como sua adversária. Se não bastasse, vindo do pote 3, apareceu a Dinamarca. Porém, o que salvou o time de Cristiano Ronaldo foi o fato de três seleções europeias não poderem ficar no mesmo pote. Desta feita, os dinamarqueses seguiram para o grupo c.

Sem o temido grupo da morte, a certeza é que a Argentina não vai ter vida fácil. Cabeça de chave do grupo D, nossos hermanos terão pela frente, a Islândia uma das sensações das eliminatórias da Europa e que teve bom destaque na Eurocopa de 2016, Croácia, seleção que vem tendo bons resultados nos últimos anos e a já tradicional rival argentino, Nigéria.

Continua após a publicidade

No grupo F, a atual campeã do Mundo e uma das favoritas para o título de 2018, Alemanha, promete não ter vida fácil, já que vai enfrentar o México, comandado por Juan Carlos Osório, Suécia, que poderá ter até o retorno de Ibrahimovic, que se aposentou da seleção do seu país e a Coréia do Sul, que vem sendo figura constante nas últimas Copas.

A seleção da Rússia abrirá o torneio contra a Arábia Saudita. Aparecem ainda no grupo A o Egiito e o Uruguai, que teve caminho facilitado.

O Brasil cabeça de chave do grupo E, tem pela frente a Suíça, Costa Rica e Sérvia.