Durante um patrulhamento de rotina, militares do 34º Batalhão da Polícia Militar foram surpreendidos com uma chamado diferente na noite deste sábado (2).

Uma mulher grávida, de 26 anos, que caminhava pela rua Pará de Minas, no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte, começou a sentir as contrações do parto e, por uma feliz coincidência, foi socorrida pelo sargento Tales e pelo cabo Costa Veloso, que patrulhavam pelo bairro.

De acordo com o sargento, Kesia Cristina dos Santos Ribeiro entrou na viatura e rapidamente as contrações começaram a vir mais fortes, antes de chegarem ao hospital Odilon Behrens, a criança já começava a nascer. “A mulher começou a gritar dizendo que a criança já estava nascendo e eu olhei para trás e pude ver a cabeça”, contou o sargento Tales.

Continua após a publicidade

Os militares estacionaram a viatura e fizeram o parto de uma menina no banco de trás do veículo. Eles usaram luvas e um canivete no procedimento e contaram com ajuda de uma moradora do bairro para embalar a criança em um manto até a chegada ao hospital. Os militares cortaram e deram um nó no cordão umbilical da menina.

O sargento relembra com emoção da noite inusitada. “Foi algo que nunca esperei viver. Vai ficar guardado na minha lembrança para sempre. É uma sensação extraordinária” conta.

Os dados sobre peso, altura e o nome da bebê não foram divulgado, mas, de acordo com o militar, que fez questão de ligar para o hospital na tarde deste domingo (3), mãe e filha passam muito bem.
 


Comments are closed.