Moradores do bairro Primeiro de Maio, na região Norte de Belo Horizonte, que tiveram suas casas alagadas pela chuva, pararam o trânsito na noite desta segunda-feira (4) nos dois sentidos da avenida Cristiano Machado, próximo à avenida Sebastião de Brito, na região da Pampulha. A circulação de veículos chegou a ficar totalmente retida no sentido bairro, e o congestionamento atingiu vias do entorno, como o Anel Rodoviário e a avenida José Cândido da Silveira.

O protesto começou por volta das 18h. No momento, segundo a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), a Cristiano Machado está totalmente liberada, exceto em uma faixa do Move no sentido bairro, que está ocupada por viaturas da PM. O fluxo ainda é intenso no local, principalmente no sentido bairro, próximo à rua Jacuí.

Alagamento

Continua após a publicidade

De acordo com uma moradora do bairro Primeiro de Maio, que fez contato com a reportagem por WhatsApp, o alagamento começou por volta das 23h de domingo e foi até as 5h desta segunda. “Tudo alagou. Pessoas perderam várias coisas. Minha casa ficou cheia de água. Uma vergonha o governo não fazer alguma coisa já. É a quarta vez que acontece isso e já estamos cansados”, afirmou.

Os manifestantes queimaram pneus na avenida e foram dispersados pela Polícia Militar (PM) várias vezes, mas logo se reagrupavam. Às 20h, o sentido centro estava totalmente liberado, segundo a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), enquanto, no sentido bairro, só uma faixa estava livre. Nas demais, o Corpo de Bombeiros fazia a limpeza da via.


Comments are closed.