Com orçamento de R$ 5 milhões, nomes de respeito e estrutura de ponta, uma nova equipe promete equilibrar ainda mais a briga pela hegemonia no voleibol feminino no Brasil. Após duas temporadas de investimento modesto, em 2018/2019, o Sesi-SP voltará a ser grande, mas agora, vai se juntar ao Vôlei Bauru, criando uma nova equipe de ponta no Brasil.

O Sesi-Bauru foi anunciado ontem em entrevista coletiva feita por Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que patrocina o Sesi-SP. De acordo com o empresário, R$ 15 milhões serão investidos no Vôlei Bauru.

Contudo, R$ 10 milhões serão usados na construção de um novo ginásio na cidade, que provavelmente será na região do Horto Florestal, com capacidade para 5.000 expectadores. Até que a arena fique pronta, a expectativa é que o Sesi-Bauru jogue no ginásio Panela de Pressão, onde o time bauruense compete atualmente.

Continua após a publicidade

Para esta temporada, os time continuam separados. Como o Sesi-SP é um dos últimos colocados da Superliga Feminina, a ideia é esperar o fim da competição, que deve confirmar o rebaixamento e, para 2018/2019, começar o novo projeto.


Comments are closed.