Após quatro dias de chuvas ininterruptas, o tempo ruim deu uma trégua durante a madrugada e a manhã desta terça-feira (5). Segundo o instituto Tempo Clima PUC Minas, ainda há risco de pancadas isoladas ao longo do dia e desta quarta-feira (6), porém, a partir de quinta-feira (7) o Estado volta a ligar o alerta para o risco de novos temporais. 

Conforme o meteorologista Heriberto dos Anjos, a região metropolitana segue com o tempo nublado, sendo que há possibilidade de pancadas de chuva em todas as regiões de Minas Gerais. “Na capital a temperatura ficará entre 19 e 27ºC, e a umidade relativa do ar, na parte da tarde, estará em torno de 60%. Não podemos descartar chuvas fortes em toda a região Central, mas as chances diminuíram muito em relação aos últimos dias”, explica o especialista. 

O fenômeno que causou estragos em todo o Estado nos últimos é a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). “Ele mantém o clima nublado em Minas, portanto podemos esperar pelo menos dias com muitas nuvens. Podemos ter curtos períodos de sol, mas sempre com nuvens”, completa dos Anjos. 

Continua após a publicidade

 

Zona da Mata 

Uma das regiões mais atingidas, a Zona da Mata também pode esperar fortes chuvas a partir de quinta-feira. “O Estado como um todo deve ficar em alerta por estar sob influência desse fenômeno”, disse o meteorologista. 

Na cidade de Rio Casca, ao menos 18 pessoas ficaram ilhadas após um temporal que deixou a cidade debaixo de água. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Manhuaçu, que apoia o atendimento a ocorrência, botes estão sendo utilizados para tentar ajudar as pessoas que estão ilhadas. Ainda não há informações sobre mortes ou feridos.

Já em Urucânia, também na Zona da Mata, duas mulheres e duas crianças estão desaparecidas após serem levadas por uma enxurrada. 


Comments are closed.