Somente na madrugada desta terça-feira (5), um policial morreu e outros dois ficaram gravemente feridos ao serem baleados por bandidos que estouraram praticamente simultaneamente agências bancárias nas cidades de Pompéu, na região Central, e na zona rural de Oliveira, no Centro-Oeste mineiro.

Na primeira cidade, uma quadrilha fortemente armada invadiu a cidade em cinco veículos por volta das 2h. Parte dos suspeitos se direcionou para o quartel da cidade, onde tentaram trancar as grades da unidade com uma corrente. Em seguida, eles atiraram com fuzis e espingardas calibre 12 contra edificação. Enquanto isso, outra parte do bando explodiu a agência do Banco do Brasil

Neste momento uma viatura da Polícia Militar (PM) chegou ao local, iniciando um tiroteio que terminou com o cabo Osias Alves de Barros morto com um tiro na cabeça. Já o cabo Lucas Reis Rosa ficou ferido com dois disparos e foi encaminhado para o hospital de Sete Lagoas, também na região Central. Em seguida ele foi transferido para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII, em Belo Horizonte.

Continua após a publicidade

Um morador da cidade que passava pelo local também foi atingido e morreu. Clique aqui para ler a reportagem completa sobre a invasão por bandidos na cidade de Pompéu.

Já em Morro do Ferro, distrito de Oliveira, o cabo Leonel de Aquino, levou um tiro no peito durante uma ação de criminosos que explodiram uma agencia do banco Siccob, por volta das 2h15 desta terça-feira.

O militar estava em casa quando percebeu uma movimentação suspeita na rua e acionou os colegas que estavam de plantão. Ao chegar no portão de casa, o policial foi baleado. Nas redes sociais circula um áudio do cabo pedindo socorro aos colegas. “Tomei um tiro no peito. Estou morrendo. Pede urgência aí”, diz a mensagem. 

A polícia acredita que cerca de 15 bandidos tenham participado da ação em Morro do Ferro. Ainda não há informações se os dois grupos que agiram em Pompéu e Morro do Ferro pertencem a mesma quadrilha. 


Comments are closed.