O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual de Minas Gerais (Sindifisco-MG) realiza, nesta quinta-feira, mais uma paralisação contra o atraso no pagamento dos salários dos servidores e contra a falta de um calendário para pagar o 13º dos trabalhadores do Estado.  A mobilização ocorre na rua da Bahia, no bairro de Lourdes, na Região Centro-Sul de BH, em frente ao prédio da Receita Estadual. Segundo os organizadores o ato vai permanecer no local ao longo do do dia.

De acordo com o presidente da entidade, Lindolfo Fernandes, o ato pode se desdobrar em uma greve, caso o governo não apresente uma resposta às reivindicações da categoria. “Não temos nenhuma sinalização sobre quando vamos receber”, descreve o sindicalista, que explica que o movimento paredista é feito justamente no dia em que o pagamento deveria ser feito aos servidores, no quinto dia útil do mês.

“O governo está empurrando com a barriga e não está fazendo o dever de casa. A despesa de custeio está crescendo acima da inflação, assim como a receia do governo, mas os servidores não recebem reajuste. Queremos saber o que está provocando esta diferença”, reivindica.


Comments are closed.