O exército israelense anunciou nesta quinta-feira que recorrerá a suas forças suplementares na Cisjordânia, território palestino ocupado, após a decisão do presidente americano Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Um porta-voz do exército informou que serão enviados batalhões suplementares à Cisjordânia e que outras forças de segurança estão preparadas para intervir, em um contexto no qual o anúncio de Trump provoca o temor de novos confrontos.


Comments are closed.