O corpo encontrado nesta sexta-feira (8) no rio Casca, em uma área próxima da divisa das cidades de Rio Casca e Urucânia, na Zona da Mata, foi identificado como sendo o de Eva de Jesus Juventina, de 67 anos, levada pela enxurrada na manhã da última segunda-feira (4), em uma comunidade conhecida como “Parada Paulista”.

Eva foi arrastada pela correnteza com dois netos: Maria Fernanda Juventina Iris Rozemo, de 13 anos, e Vinícius Rozemo, de 7. O corpo de Maria foi localizado por bombeiros da região na terça (5) próximo aUsina Jatiboca, em Urucânia. Já Vinícius continua desaparecido.

Até esta sexta, são sete mortes confirmadas em Minas Gerais durante o período chuvoso deste fim de ano.


Comments are closed.