A chuva que caiu nesta sexta-feira em Belo Horizonte não desanimou que centenas de fiéis fossem celebrar o dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição em diferentes pontos da cidade.

Uma das missas mais concorridas foi celebrada pelo arcebispo da capital mineira, dom Walmor Oliveira de Azevedo, no Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da Conceição, no bairro Lagoinha, na região Noroeste de BH. Barraquinhas também foram disponibilizadas para os fiéis.

A Imaculada Conceição de Maria foi reconhecida oficialmente pela Igreja a partir do papa Pio IX. Em 1854, o religioso promulgou o dogma. A maternidade divina de Maria é origem de sua Imaculada Conceição. “Ela, pela graça de Cristo, foi preservada de todos os pecados e, também pela graça de Cristo, todos nós, do pecado, seremos resgatados”, afirmou o religioso.

Continua após a publicidade

Dom Walmor aproveitou a cerimônia para lembrar aos fiéis que, além de pedir graças a Deus, é preciso agradecer. “Não podemos nos remeter a Deus somente no sofrimento. Temos que nos remeter a Deus o tempo todo, porque ele é a fonte da nossa vida e do nosso amor. A gratidão transforma o coração e nos faz capazes de viver a vida de uma maneira diferente. A gratidão é saudável”, ponderou.

Ao falar sobre o sofrimento humano, o arcebispo afirmou que todos lutam diariamente para a manter a construção da vida. “Deus é o Deus de nós todos. A nossa fé nos remete a Deus, na alegria, na dor e no sofrimento também”, disse.


Comments are closed.