Um homem, de 65 anos, foi atropelado em um ponto de ônibus e teve uma perna amputada e arremessada a dois metros de distância. Uma mulher, de 62 anos, que também estava no local, também foi atingida e teve escoriações leves. O acidente foi por volta das 6h40 deste domingo (10), na avenida Pedro II, altura do número 603, no bairro Carlos Prates, região Noroeste de Belo Horizonte. A estrutura do ponto de ônibus e um telefone público foram danificados. O carro ainda atingiu um poste.

De acordo com o soldado do Batalhão de Trânsito (BPTran), Wesley Rodrigues, o veículo envolvido, um Fiat Idea de cor preta, era dirigido por um motorista, de 50 anos, que é vigilante e voltava do trabalho. Ele disse à polícia ter sofrido um “apagão” e que somente acordou quando o acidente já havia acontecido. O condutor foi submetido ao teste do bafômetro, que deu zero.

As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e levadas para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS), onde o homem passa por cirurgia. “O motorista foi liberado. Ele ficou bastante abalado e garantiu toda assistência possível às vitimas”, informou o militar. Ainda de acordo com o soldado, os documentos do condutor e do veículo estão em dia e não há nenhuma irregularidade.

Continua após a publicidade

O caso foi registrado no plantão do Detran-MG. Segundo informações, populares quiseram agredir o motorista e ele precisou ser retirado do local. O homem que perdeu a perna no acidente seria aposentado e estava indo trabalhar no IPSEMG, na Alameda Ezequiel Dias, na região hospitalar.

 


Comments are closed.