Raquel Maria Ribeiro Dias da Silva
Raquel Maria Ribeiro Dias da Silva

MINAS GERAIS – Uma gerente do Banco do Brasil de Santa Margarida, na Zona da Mata, foi morta com 36 facadas, nesta segunda-feira (11), pelo ex-namorado. O homem foi preso e confessou o crime.

De acordo com o delegado Felipe Ornelas, Raquel Maria Ribeiro Dias da Silva, que  não teve a idade divulgada, foi encontrada pela filha, uma menina de 8 anos, na garagem de casa.

“A Raquel namorou por três meses e estava separada há um. O ex-namorado não aceitava o fim do relacionamento e o fato dela reatar com o ex-marido. Em novembro, a Justiça concedeu à vítima a medida protetiva, mas ele não respeitou”, explicou o policial.

Continua após a publicidade

O suspeito do crime ligou para a polícia e confessou o crime. Segundo o delegado, o agressor disse em depoimento que, mesmo separados, ele e a vítima se encontravam esporadicamente.

O criminoso foi preso em flagrante por feminicidio.

Ataques a banco

Raquel foi uma das vítimas de criminosos durante um ataque ao banco em que ela trabalhava em julho deste ano. Na ação, os bandidos mataram um vigia e um policial militar.

“Ela estava entre as reféns. Tinha ficado assustada com isso tudo e pediu transferência. Nos próximos dias, ela se mudaria para a cidade de Barroso”, explicou o delegado.

 

Fonte: O Tempo


Comments are closed.