Moradores fazem ‘vaquinha’ pra recuperar lanchonete destruída por fogo

Os moradores do bairro Coração Eucarístico, região Noroeste de Belo Horizonte, fazem uma “vaquinha” pela internet para ajudar na reconstrução do Coreu Burguer que pegou fogo e ficou destruído no último domingo (10) por causa de um incêndio.

Na “vaquinha”, a pretensão é arrecadar R$ 7.000. Até o momento, 11% do valor foi recolhido. O projeto foi ideia do jornalista Victor Hugo Pereira, de 30 anos, que é morador do bairro e considera o trailer um ponto muito tradicional no bairro.

“Eu queria ajudar a amenizar a situação do dono. No fim de ano, ele tem que pagar os funcionários, está perto do Natal e eu pensei em algo para ajudar”, ressaltou Pereira.

Sobre o incêndio

De acordo com informações do proprietário do estabelecimento, Rodrigo Jerônimo Dias Duarte, sua mãe trabalhava no local pouco antes do incêndio. Ele ligou para a mãe pedindo que ela fosse ao supermercado que existe em frente ao trailer para comprar ingredientes para a preparação dos sanduíches. No momento em que a mãe esteve no supermercado, aconteceu o incêndio, que propagou-se rapidamente e atingiu um botijão de gás.

Ainda de acordo com Rodrigo, ele contou que havia trocado recentemente toda a fiação do local e que o trailer possui muito material inflamável, como caixas de isopor. Rodrigo afirma que está recebendo todo o apoio da vizinhança para reconstrução do estabelecimento. “Muita gente fala que o bairro melhorou depois da instalação do trailer”, pontua.

O serviço de delivery do Coreu Burguer, localizado à avenida Dom Prudêncio Gomes, 565, ainda continua operando. Rodrigo afirma que, nesta terça-feira (12), será inaugurado nova unidade do trailer no bairro Castelo. O Coreu Burguer funcionada desde junho de 2016, e Rodrigo planeja reconstruí-lo depois que a perícia do Corpo de Bombeiros fique pronta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Após 18 horas interditada, BR-040 é liberada na altura de Itabirito

Justiça aumenta pena de motorista que atropelou modelo Paola Antonini