Uma mulher de 33 anos foi detida na noite desta terça-feira (12), suspeita de trancar as duas filhas, de 3 e 5 anos em um quarto e colocar fogo no cômodo em Nova Serrana, região Centro-Oeste de Minas Gerais. Aos policiais, a suspeita negou o crime, mas com os relatos de testemunhas e das crianças, os militares conduziram a mulher até a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

De acordo com a polícia, a mãe contou que as filhas estavam brincando no quarto, quando começaram a gritar. A suspeita relatou ainda que apagou o incêndio e socorreu as crianças para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Serrana.

No entanto,  uma mulher que atendeu as crianças informou a polícia que as vítimas disseram que a mãe as trancou no quarto, riscou um fósforo e jogou no colchão, pela janela, dando início ao incêndio. Foi a própria mãe e vizinhos que controlaram o incêndio.

Continua após a publicidade

A criança de 3 anos queimou 40% do corpo e precisou ser transferida para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII em estado grave. A outra menina de 5 anos foi atendida e liberada da UPA da cidade. Ela foi levada para um abrigo até que seja encontrado um familiar responsável e apto a cuidar da vítima.

A reportagem de O TEMPO aguarda resposta da Polícia Civil para saber se a mulher ficou presa e mais informações sobre as investigações do caso. 


Comments are closed.