Por questão de minutos, um acidente não terminou em tragédia nesta quinta-feira (14), em Varzelândia, no Norte de Minas. No início da tarde, a professora de uma turma da 5ª série do ensino fundamental da Escola Estadual Nilza Maria dos Santos, no bairro Vila Sapé, saiu de sala com 14 alunos – entre 9 e 10 anos – para levá-los a uma sorveteria. Cerca de 15 minutos depois que todos deixaram o local, o teto desabou. Nenhum estudante ou funcionário ficou ferido.

A atendente comercial Bárbara Ananda Borges, moradora de Varzelândia, compartilhou no Facebook as fotos da sala de aula após a queda do teto. As imagens demonstram que diversas vigas de madeira e telhas caíram sobre as carteiras. “Foi Deus que tirou todos de lá e ninguém se feriu”, comentou.

Segundo a Secretaria de Estado de Educação (SEE), a Defesa Civil compareceu ao local para avaliar a situação e vistoriar o prédio e a Polícia Civil está investigando as causas do desabamento. Contudo, a pasta adiantou, em nota, que as chuvas intensas que atingem a região podem ter provocado a queda do teto.

Continua após a publicidade

Nesta sexta-feira (15), a Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Januária, também no Norte de Minas, responsável pela coordenação da escola, vai enviar uma equipe de engenheiros até o prédio em Varzelândia para decidir quais medidas emergências serão tomadas.

De acordo com a SEE, como o ano letivo da rede estadual termina nesta sexta, os alunos não serão prejudicados. A pasta não informou quantas salas de aula existem no prédio e se o teto delas também correm o risco de desabar.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Varzelândia deve amanhecer nesta sexta com céu parcialmente nublado, e durante a tarde podem ocorrer pancadas de chuva isoladas.

Leia, na íntegra, a nota enviada pela SEE:

“A Secretaria de Estado de Educação (SEE) informa que está acompanhando a situação da queda de parte do teto, em função das chuvas intensas, em uma sala da Escola Estadual Nilza Maria dos Santos, em Varzelândia, e que todas as providências estão sendo tomadas. A sala estava vazia na hora da queda, no início desta tarde, e ninguém se feriu. A sala abrigava 14 estudantes do 5º ano, com idades entre 9 e 10 anos, que no momento estavam em uma atividade externa. A Defesa Civil está no local para avaliar a situação e vistoriar o prédio e a Polícia Civil está investigando as causas do desabamento.

A Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Januária, responsável pela coordenação da escola, irá enviar amanhã de manhã uma equipe de engenheiros para avaliar a situação e relatar quais medidas emergências serão tomadas. Como o ano letivo da rede estadual termina amanhã (15/12), os alunos não serão prejudicados”. 


Comments are closed.