“Tem música que não canto mais. Outro dia, tocou uma, e eu mandei parar”. A frase foi dita por MANO BROWN, durante um bate-papo sobre o livro “A Vítima Tem Sempre Razão?”, em São Paulo, e a música em questão é “Mulheres Vulgares”, lançada em 1993. O motivo de censurar algumas de suas letras é apenas um: respeito às mulheres.


Comments are closed.