A mulher de um jovem de 26 anos presenciou o momento em que o seu companheiro, conhecido pelo apelido de “Jagunço”, foi executado com 14 tiros dentro da casa do casal, em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime aconteceu no início da madrugada deste domingo (17). 

As informações da Polícia Militar (PM) indicam que era por volta de 0h50 quando os dois suspeitos encapuzados arrombaram a porta da casa, localizada na rua Araxá, no bairro General Carneiro. A dupla já chegou gritando e, ao encontrarem a vítima, efetuaram diversos disparos. 

Para os policiais, a mulher contou que após o homicídio os suspeitos fugiram em um carro que estaria estacionado em frente à residência deles, mas não repassou detalhes aos policiais sobre o que poderia ter motivado a execução.

Continua após a publicidade

A perícia da Polícia Civil esteve no local e constatou 14 perfurações pelo corpo do homem, sendo seis no tórax, sete nas costas e um na cabeça. A PM fez buscas pelos suspeitos, mas até o momento ninguém foi preso. 

A ocorrência foi finalizada na Delegacia de Plantão de Sabará e será investigado. 


Comments are closed.