A casa do Baile, localizada na orla da lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, foi fechada nesta segunda-feira para obras e só será reaberta na próxima sexta-feira (22). Uma guarita, que fica de frente para o local, será demolida por não fazer parte do projeto original do complexo arquitetônico da Pampulha. A intenção é que a demolição também melhore a visibilidade do edifício, inaugurado em 1943.

Segundo o diretor de Patrimônio Cultural e Arquivo Público de Belo Horizonte, Yuri Mesquita, que também faz parte da diretoria do conjunto moderno da Pampulha, a obra é uma das exigências feitas em julho do ano passado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), após ser concedido ao conjunto arquitetônico o título de Patrimônio Cultural da Humanidade. “Estamos atendendo às exigências. A guarita fica ao lado da ponte e não tem utilidade na Casa do Baile. Hoje ela é ponto para afixar cartazes. Retirar a guarita vai melhorar a visão também”, afirmou.

Ainda segundo Mesquita, a obra está orçada em R$ 10 mil e será feita com cuidado técnico, sendo restituído o gramado original no ato da retirada. “Como está perto de um monumento tombado, a obra vai ser feita com uma equipe técnica para evitar qualquer problema. Vamos replantar o gramado original em seguida”, explicou.

Continua após a publicidade

Um ano e meio após ganhar o título de Patrimônio Mundial da Humanidade, o complexo ainda não cumpriu todas as recomendações da Unesco. A prefeitura tem ainda cerca de dois anos para fazer as implementações.

História

O conjunto arquitetônico da Pampulha foi inaugurado na gestão do prefeito Juscelino Kubitschek, em 1943. O complexo é formado por cinco prédios: a igrejinha de São Francisco, a Casa do Baile, a residência de Juscelino Kubitschek, o Museu de Arte e o Iate Tênis Clube.

Entre as recomendações da Unesco estão:

Despoluição da lagoa

Com a implantação da estação de tratamento da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), o complexo alcançou a classificação de número três nas exigências da Unesco. Segundo Yuri Mesquita, isso significa que o local está apto a receber esportes náuticos, embora a implementação não tenha data prevista.

Praça

Um novo desenho da praça Dino Barbieri já foi feito e aguarda implementação.

Anexo

 A remoção do anexo do Iate Tênis Clube ainda não foi feita, mas, segundo Yuri, negociações com o clube estão avançadas.

Turismo

Um novo plano turístico será elaborado.


Comments are closed.