Dois homens foram presos suspeitos de abusar abusar sexualmente de dois menores na ocupação Dandara, no bairro Céu Azul, em Belo Horizonte, na tarde deste domingo (18). Um dos suspeitos é um pastor evangélico.

As vítimas são dois irmãos, uma menina de onze anos e um garoto de 16 anos. A mãe dos menores descobriu que a menina era abusada sexualmente pelo companheiro dela, de 42 anos, e o menino pelo pastor da Igreja Noiva de Cristo, de 51 anos.

Os crimes aconteciam há algum tempo, segundo a mãe, na Ocupação Dandara, onde vivem cinco mil pessoas em uma área ocupada no bairro Céu Azul, na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

Continua após a publicidade

A adolescente de onze anos contou à PM que vinha sendo molestada pelo padrasto deste o início da relação dele com a sua mãe e que a mãe chegou a desconfiar do que vinha acontecendo, conversando com ela e pedindo ao companheiro para não se aproximar mais da filha.

Mas, segundo a vítima, sempre que a mãe saía para trabalhar, às 5h30 da manhã, ele ia para o quarto dela e passava as mãos nas partes íntimas dela e que e que, por diversas vezes, tentou beijá-la à força e manter relação sexual com a mesma. Ainda de acordo com a garota, o suspeito dava dinheiro para ela em troca do silêncio.

O garoto de 16 anos também relatou à polícia que sempre que a mãe saía para trabalhar o pastor ia para a casa dele e abusava do mesmo. Segundo o garoto, o pastor falava da igreja e de outros assuntos e depois molestava o mesmo.

O garoto conta que tentava fugir do pastor, mas ele insistia e oferecia dinheiro e balas para ele não contar nada a ninguém.

A mãe disse à polícia que não imaginava o que estava acontecendo. O companheiro dela preferiu não comentar a acusação, mas disse ter visto o pastor trocando carícias com o enteado. Ele e o pastor foram presos e levados para a Ceflan 4 – Central de Flagrantes do Barreiro.


Comments are closed.