Os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, incluíram nos compromissos do dia uma reunião no período da manhã desta terça-feira, 19, com ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

A intenção é conversar sobre a decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do STF, que suspendeu na segunda artigos da Medida Provisória que adiavam em um ano o reajuste do funcionalismo federal e aumentavam a contribuição previdenciária dos servidores que ganham mais de R$ 5,5 mil.

Lewandowski tomou a decisão no âmbito de uma ação direta de inconstitucionalidade ajuizada pelo PSOL e remeteu a decisão para referendo do plenário.

Continua após a publicidade

Neste momento, a ministra Carmen Lúcia preside uma sessão no STF.


Comments are closed.