A Polícia Civil investiga a morte misteriosa de uma professora em  Pedra Azul, no Vale do Jequitinhonha. Ela estava desaparecida desde a última quinta-feira (14) e o corpo foi encontrado em uma estrada da cidade no último domingo (17). Dileusa Barbosa Lima, de 44 anos, saiu de casa, em  Cachoeira do Pajeú, cidade da mesma região, dizendo que participaria de um grupo de jurados em Pedra Azul.

Segundo a Polícia Militar, a professora saiu de casa por volta de 6h30 para participar do julgamento. Por volta de 8h30 ela fez o último contato com a família dizendo que já estava na porta do Fórum de Pedra Azul aguardando o julgamento. Depois disso ela não voltou para casa e não deu mais notícias.

Os familiares começaram então uma busca pela professora ainda na quinta-feira, no entanto, no domingo, um idoso encontrou o corpo dela em uma estrada vicinal. Segundo a polícia, o corpo estava em avançado estado de decomposição e não foi possível descobrir como ela foi morta. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal. Familiares reconheceram a professora pelas roupas e os documentos também estavam com ela. 

Continua após a publicidade

A reportagem de O TEMPO tentou confirmar com o Fórum da cidade sobre o julgamento, mas não havia quem pudesse repassar a informação. Segundo a polícia, o júri não aconteceu.


Comments are closed.