Após confirmar nessa terça-feira (19) que parte dos radares instalados nas rodovias federais havia sido desligados devido a restrições orçamentárias, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) disse na tarde desta quarta-feira (20) que autorizou o retorno do serviço em todo o território nacional.

Segundo o órgão, mesmo com o desligamento de parte dos aparelhos no início da semana, os principais radares não deixaram de funcionar. “Foram mantidos os redutores instalados nas travessias urbanas, que são aqueles com display que mostra a velocidade ao passar pelo equipamento. Assim, a maior parte dos radares de velocidade continuava funcionando”, afirmou em nota.

Durante o desligamento de parte dos radares, algumas das empresas responsáveis pelo funcionamento dos aparelhos chegaram a cobri-los com sacos plásticos, como no Vale do Aço, em Minas Gerais, e no Ceará. “Cobrir esses equipamentos com material plástico não está previsto em contrato”, informou o Dnit, que prometeu responsabilizar as empresas que tomaram a medida.


Comments are closed.