Motorista fica ferido após bater caminhão em mureta no Anel

Dois dias depois de uma ação da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) no Anel Rodoviário de Belo Horizonte, para encontrar irregularidades em veículos de carga e evitar acidentes na rodovia que corta a capital, um caminhão Chevrolet D-60, fabricado em 1977, e que estava com os pneus carecas, quebrou o eixou dianteiro, arremessou uma roda a vários metros de distância e quase provocou uma tragédia, na manhã desta quinta-feira (21).

O caminhão ficou descontrolado, bateu na mureta de concreto central e derrubou um poste de iluminação. A frente do veículo ficou destruída e o motorista, Antônio Geraldo Mangelli, de 77 anos, ficou preso às ferragens e os bombeiros usaram um desencarcerador no resgate.

A roda que soltou do caminhão atravessou a pista contrária, bateu no teto de um Ford Ka que trafegava na outra direção e foi parar no acostamento do outro lado. O motorista do automóvel não sofreu nada. O trânsito ficou congestionado nos dois sentidos durante várias horas, provocando engarrafamentos quilométricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Concessionária do Galeão conclui venda da fatia da Odebrecht

Temer sanciona leis que liberam recursos orçamentários