A Rede Globo decidiu rescindir o contrato com William Waack. O jornalista estava afastado da apresentação do Jornal da Globo desde 8 de novembro, quando vazou um vídeo em que ele aparece fazendo ofensas racistas.

No vídeo, o jornalista está ao lado de um entrevistado, poucos minutos de entrar no ar, em frente à Casa Branca, nos Estados Unidos. Na rua, um motorista começa a buzinar o carro por alguns segundos, o que irrita o jornalista. “Está buzinando por que, seu m… do c…?”, diz Waack.

Na sequência da gravação, ele se vira para o entrevistado e diz algo parecido como “é preto, é coisa de preto”. O entrevistado ri e o jornalista completa com um “com certeza”.

Continua após a publicidade

O comunicado, divulgado nesta sexta-feira (22) e assinado por Ali Kamel, diretor de jornalismo da Globo e pelo próprio Waack, diz que ‘a TV Globo e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham’.


Comments are closed.