Uma jovem de 26 anos quase perdeu a visão do olho esquerdo depois de ser agredida pelo ex-companheiro.O crime aconteceu na madrugada da última quarta-feira em uma lanchonete do bairro São Marcos, na região Noroeste da capital.

A moça, que não teve o nome divulgado, contou à Polícia Civil que estava com amigos quando o cuidador de idosos Humberto de Oliveira Silva, de 35 anos, chegou e tentou uma aproximação. Diante da recusa da ex-companheira, o suspeito reagiu quebrando um copo de vidro no rosto dela. O suspeito chegou a esfregar os cacos de vidro no rosto da jovem.

Assustada com a agressão e com as ameaças que já vinha sofrendo de Silva, a jovem procurou a polícia no mesmo dia, de madrugada. O casal ficou junto por quatro anos e há mais de um ano estava separado. Desde maio de 2016, ela tinha uma medida protetiva em desfavor de Silva, mas o cuidador de idosos não respeitava a decisão judicial. “Ele falava que ela não ia continuar com a vida dela, mesmo ele tendo outra pessoa. Dizia que a ex não tinha esse direito”, disse a delegada Ana Paula Balbino.

Continua após a publicidade

Outra prova para a polícia das ameaças do cuidador de idosos foram as insistentes ligações que Humberto Silva fez à ex enquanto ela prestava depoimento. Diante das ameaças, a delegada pediu a prisão preventiva dele. O homem foi detido anteontem na casa de parentes. Ele tentou fugir, mas foi contido pelos policiais.

Não é a primeira vez que Silva vai até uma delegacia por cometer crimes contra mulheres. Ele é suspeito de ter estuprado outra companheira. Ele também é investigado por homicídio e tem passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de armas.


Comments are closed.