Mulher que matou síndica em BH ostentava armas e dinheiro no Facebook

reprodução: Facebook

A mulher que matou uma síndica Parque São José, na região Oeste de Belo Horizonte, na noite desta segunda-feira (25), exibia fotos no Facebook com muito dinheiro em seu corpo, como a personagem da novela Bibi perigosa, e chamava isso de “ostentação”. Além disso, segundo os vizinhos, o namorado dela era traficante. No Facebook dele há várias fotos ostentando armas e munições. Os vizinhos da mulher, disseram que estão com medo dela, já que ela disse que vai voltar ao prédio e matar todo mundo.

Testemunhas contaram que a suspeita batia muito no filho e, inclusive, dava chinelada no rosto da criança de dois anos. Na noite desta segunda-feira, a síndica , Ludmilla Rivas da Silva, de 37 anos, ficou preocupada ao ouvir a criança chorar e foi a casa da suspeita que acabou esfaqueando a síndica no pescoço . A vítima morreu ao dar entrada no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, por volta das 20h da noite desta segunda (25).

Moradores telefonaram para a polícia  desesperados, dizendo que a síndica estava ferida e que perdia muito sangue. Ainda de acordo com os vizinhos, a autora tentou fugir depois do crime, mas foi detida pelos moradores, até que a PM chegou ao local e a prendeu em flagrante.

O Conselho Tutelar foi acionado para ficar com o filho de dois anos da autora, uma vez que não tinha nenhum responsável pela criança no local, com a prisão da mãe. A síndica que morreu morava no prédio com o marido e dois filhos. De acordo com os vizinhos, a briga entre as mulheres era antiga, pois a suspeita tinha o costume de deixar o filho sozinho e ele chorava muito.

A perícia foi acionada e apreendeu a faca usada no crime. A suspeita foi levada para a Central de Flagrantes III, no Barreiro, onde ela foi autuada em flagrante por homicídio.

CCZ aponta números positivos no controle do Aedes aegypti em Uberlândia

Capotagem deixa ao menos um morto na BR-381, em Betim