Uma briga entre vizinhos por causa de uma criança que chorava terminou em uma tragédia no bairro Parque São José, na região Oeste de Belo Horizonte, na noite desta segunda-feira (25), em pleno Natal. A Síndica de um prédio na rua Júlio Castilho foi morta pela vizinha com uma facada no pescoço. 

De acordo com a Polícia Militar, Ludmilla Rivas da Silva, de 37 anos, foi esfaqueada no pescoço por uma moradora de 27 anos. A vítima morreu ao dar entrada no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, por volta das oito horas da noite desta segunda. 

Os vizinhos contaram à Polícia Militar, que  o desentendimento entre a síndica e a autora do crime foi por causa do filho da acusada, de dois anos, que chorava muito. A síndica foi ao apartamento dela verificar o que estava acontecendo e levou a facada no pescoço.

Continua após a publicidade

Moradores telefonaram para a polícia  desesperados, dizendo que a síndica estava ferida e que perdia muito sangue. Ainda de acordo com os vizinhos, a autora morava no prédio. Ela tentou fugir depois do crime, mas foi detida pelos moradores, até que a PM chegou ao local e a prendeu em flagrante.

O Conselho Tutelar foi acionado para ficar com o filho de dois anos da autora, uma vez que não tinha nenhum responsável pela criança no local, com a prisão da mãe. A síndica que morreu morava no prédio com o marido e dois filhos. De acordo com os vizinhos, a briga entre as mulheres era antiga, pois a suspeita tinha o costume de deixar o filho sozinho e ele chorava muito.

A perícia foi acionada e apreendeu a faca usada no crime. A suspeita foi levada para a Central de Flagrantes III, no Barreiro, onde ela foi autuada em flagrante por homicídio.

 


Comments are closed.