O acolhimento a pacientes com sofrimento mental em Belo Horizonte ganhou dois novos serviços, na manhã desta sexta-feira (29). A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) inaugurou a Unidade de Acolhimento Transitório Infanto-Juvenil, na rua Edson, 525, bairro União, na região Nordeste da capital, e expandiu o atendimento no Centro de Referência em Saúde Mental Infantil (Cersami), na praça Muqui, 191, bairro Renascença também na região Nordeste da capital.

Segundo o secretário municipal de saúde, Jackson Machado Pinto, a Unidade de Acolhimento ajudará no tratamento de jovens e adolescentes em saúde mental. “É uma inciativa da mais alta importância pro nosso programa de saúde mental na cidade. A unidade que é a única da cidade tem a capacidade de abrigar 10 pessoas de 10 e 18 anos em situação de vulnerabilidade, sofrimento mental e que faz uso excessivo de álcool e drogas. Elas serão atendidas e poderão ficar hospedadas em tratamento por seis meses”, explica.

Já no atendimento noturno do Cersami, o secretário disse essa alternativa traz mais comodidade para os familiares que precisam internar algum parente durante a noite. “Terá um cuidado mais intensivo caso uma pessoa tenha crise durante a noite, serão cerca de cinco vagas o que já atende perfeitamente a demanda noturna”, disse.

Continua após a publicidade

O prefeito em exercício da capital, Paulo Lamac, também visitou as duas instalações e disse que são dois equipamentos para atender demandas de uma parte da população que estava esquecida. “A partir de 2018 o atendimento para criança e adolescentes com sofrimento mental é uma sinalização muito importante para o belo-horizontino, esse passo parece pequeno, mas é grande importância, principalmente para aquele pai e aquela mãe que no momento tão complicado não viam saída para pedir ajuda no tratamento dos filhos”, disse. 

A equipe da Unidade de Acolhimento é composta por um psicólogo, dois assistentes sociais, seis cuidadores, enfermeira, serviços gerais e coordenação. A previsão de início de funcionamento é em Janeiro de 2018. Já o Cersami Nordeste que passará a funcionar 24h também em janeiro de 2018 atende cerca de 400 adolescentes, três psiquiatras, pediatra, cinco psicólogos, 22 técnicos de enfermagem e terapeutas ocupacionais.


Comments are closed.