A Polícia Civil vai abrir inquérito para investigar a morte de Ian Gabriel Vilarinho Martins, de 16 anos, assassinado a tiros, nessa sexta-feira (29), em um bar de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. O atirador usava uma máscara branca.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o dono do estabelecimento, localizado na avenida Che Guevara, no bairro Olinda, contou que o adolescente estava sentado sem consumir nenhum produto.

Ao ir para os fundos do imóvel, em direção ao freezer, o comerciante percebeu a chegada de um homem que estava com o rosto coberto e dois revólveres nas mãos. Em seguida, ouviu vários disparos e deitou no chão para se proteger.

Continua após a publicidade

Quando levantou, o homem encontrou o garoto ferido e o bandido fugindo em um Honda Civic. O adolescente foi baleado sete vezes, sendo quatro na cabeça e três no ombro direito. Em um dos bolsos da vítima foi encontrado pela perícia um pino de cocaína.

O avô de Ian esteve no local da execução e disse aos militares que o neto costumava usar drogas fora de casa. Durante o registro da ocorrência, policias receberam a informação que um homem de 32 anos deu entrada no Hospital Municipal de Contagem após ser baleado na barriga.

Parentes informaram à equipe policial que ele passava pela avenida no momento dos disparos. A vítima precisou passar por cirurgia e segue internada.

Ninguém foi preso.


Comments are closed.