Quando sete pessoas estavam reunidas nos fundos de uma casa no bairro Santa Inês, na região Leste de Belo Horizonte, a casa foi invadida por homens armados que fizeram todos eles reféns e chegaram a agredir algumas das vítimas com tapas, socos e coronhadas. O caso aconteceu na rua Planura, na noite de quarta-feira (3), e, após os celulares roubados serem rastreados, cinco adultos – entre eles duas mulheres – e dois adolescentes acabaram detidos. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), era por volta das 22h30 quando as vítimas procuraram uma base móvel da corporação e contaram que haviam acabado de ser feitos reféns. Segundo uma das moradoras da casa, uma mulher de 43 anos, contou que eles foram surpreendidos pelos suspeitos que pularam o muro da residência com armas em punho. 

Ela e a outra mulher presente, de 35 anos, foram agredidas por um dos suspeitos com coronhadas, tapas e socos. Com violência, a todo momento os assaltantes pediam a localização de joias e dinheiro na casa. Depois disso, enquanto carregavam os materiais roubados em um carro, os suspeitos prenderam em um dos cômodos da casa toda a família – sendo as duas mulheres, um homem de 46 anos, dois adolescentes de 13 e 17 anos, e duas crianças de 9 e 12 anos. 

Continua após a publicidade

No momento da fuga, os suspeitos acabaram batendo em um Hyundai HB20 que estava estacionado na residência. Somente depois de perceberem que os assaltantes tinham saído da casa, é que a família deixou o cômodo e foi até a base comunitária da PM para denunciar o crime. 

 

Prisões

A PM deu início às buscas e, próximo da casa, localizaram um Ford Ecosport vermelho que estava com as portas abertas. Dentro do veículo os policiais localizaram uma pistola municiada. Em contato com a base, a viatura foi informada de que os telefones celulares roubados foram rastreados e um deles estava na rua Souza Aguiar, no bairro São Geraldo, na mesma região. 

Os policiais se deslocaram então para o local, onde se depararam com dois suspeitos com as mesmas características dos supostos autores, sendo que um deles acabou sendo reconhecido pelas vítimas. 

Foram localizados dois celulares e, pouco depois, avistaram um outro rapaz tentando esconder em baixo de um portão outros dois aparelhos, sendo um iPhone X e um Motorola G4. A PM continuou o rastreamento, avistando perto dali um Fiat Siena em atitude suspeita, evadindo ao avistar a viatura. O carro acabou interceptado e, dentro dele, estavam outros quatro autores. 

Foram detidos três homens, identificados como C.C.B.G., de 24 anos, L.A.G.A., de 23, e M.F.V.S., de 26, e apreendidos dois adolescentes de 16 e 17 anos. No último carro abordado, além de dois autores do roubo, estavam as jovens R.C.R.C.F., de 18 anos, e G.B.S., de 21, que foram arroladas na ocorrência como coautoras do crime. 

Depois das prisões, a PM conseguiu rastrear outros dois celulares roubados, que foram recuperados escondidos nos fundos do cemitério da Saudade, local que fica próximo à casa de um dos suspeitos. O EcoSport e o Siena usados pelos suspeitos foram removidos para o pátio. As vítimas informaram ainda que vários outros produtos que foram roubados não foram localizados, bem como duas das armas usadas no assalto

A ocorrência foi encerrada na Divisão de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad). 


Comments are closed.