A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, temporariamente, nesta quinta-feira (4), o ex-diretor geral do presídio de São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, Rodrigues Junqueira Costa.  O inquérito policial foi instaurado para apurar a localização de drogas e um aparelho de telefone celular nos pertences de uma agente penitenciária em setembro de 2017. Foi apurado que o então diretor teria autorizado uma visita íntima irregular de uma adolescente a um detento. Ambos estão sendo indiciados por corrupção.

Após os fatos, foi localizada por agentes penitenciários nos armários do ex-diretor a caixa do aparelho celular localizado nos pertences da agente prisional. As investigações levaram ao indiciamento do suspeito por denunciação caluniosa, corrupção, tráfico de drogas e fraude processual.

A polícia constatou, ainda, que as imagens do sistema interno de segurança foram manipuladas, e as imagens dos momentos anteriores à localização da droga foram apagadas. Apurou-se também o envolvimento da ex- diretora adjunta na manipulação das imagens. Ela foi indiciada pelo crime de fraude processual e coação no curso do processo, já que teria coagido uma testemunha que prestou depoimento durante as investigações.

Continua após a publicidade

Com assessoria de imprensa da Polícia Civil 


Comments are closed.