O primeiro dia para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2018 feito por meio do cartão de crédito foi marcado por filas, com espera que chegou a até três horas, além de queda e lentidão no sistema na sede do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), em Belo Horizonte. O motivo para os transtornos, segundo a vice-diretora do Detran-MG, Andréa de Souza Abood, foi o excesso de acessos.

 “O movimento ficou acima do esperado, incluindo motoristas que ainda não têm o imposto vencendo, mas vieram aqui em busca de informações”, diz. A unidade é um dos 13 pontos da capital mineira onde o parcelamento pode ser feito. Em todo estão, são cerca de cem locais credenciados. Na quarta-feira (10), terminou o prazo para que os contribuintes que têm veículos com placas de final 1 e 2 pagassem o imposto em cota única ou primeira parcela.

Confira a lista com todos os endereços

Continua após a publicidade

A manicure Rosilene das Virgens foi uma das contribuintes que reclamou da fila. “Eu não achei que fosse demorar tanto”, diz. Ela chegou à sede do órgão às 9h e só por volta de 12h conseguiu ser atendida. Nos centros de formação de condutores na capital, o movimento também foi intenso. “A procura está intensa durante todo o dia. Aqui está parecendo uma casa lotérica de tão cheio”, diz a recepcionista do Centro de Formação de Condutores (CFC) Freeway, Natália Verônica Pereira.

Apesar da possibilidade de dividir o imposto em até 12 vezes no cartão, ela conta que na autoescola localizada no bairro Santa Inês, região Leste de Belo Horizonte, nem todos os interessados fizeram o parcelamento. “Por volta na metade, acabou desistindo por causa dos juros de, em média, 5% ao mês”, diz. Ela lembra que para parcelar, o contribuinte também tem que levar em conta o limite do cartão de crédito.

No CFC Emerson Ltda, no bairro Guarani, região Norte da capital, a instrutora Danúbia Americano diz que o movimento a surpreendeu. “Está intenso o dia todo, com fila desde cedo”, conta. Ela diz que boa parte das pessoas que passou pela autoescola está parcelando o imposto. Em outro centro de formação de condutores, o Estrada Real, unidade do bairro Providência, não chegou a ter filas, só que o movimento foi intenso, segundo a atendente Vanessa Raquel Silva. “Muita gente também ligou buscando esclarecer suas dúvidas”, observa.

Interior

Enquanto que em Belo Horizonte o movimento foi intenso em muitas autoescolas, em Novo Cruzeiro, na região do Jequitinhonha e Mucuri, o CFC Glória não teve procura pelo serviço até às 16h de quarta-feira, conforme a atendente Carla Barbosa. “Ninguém apareceu procurando pelo parcelamento no cartão. Acho que muita gente ainda não sabe dessa possibilidade”, diz.

Atendimento estendido na sede do Detran-MG

Para atender o aumento da demanda, o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), desde quarta-feira está com atendimento estendido na sede do órgão, em Belo Horizonte. As senhas para atendimento passarão a ser distribuídas até as 18h, uma hora a mais do que o convencional.

O atendimento é gerenciado por um sistema de senhas distribuídas conforme solicitação do serviço pelo usuário e também obedecendo à legislação de atendimentos prioritários.

Conforme o órgão, o pagamento parcelado no cartão de crédito pode ser feito, além do IPVA, para multas e outros débitos incidentes sobre veículos por meio de cartão de crédito. Além do atendimento presencial, dúvidas podem ser esclarecidas pelo site e pelo telefone 155.

Confira a lista com todos os endereços

 


Comments are closed.