Dois seguranças que pertencem a um anexo da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, no bairro Santa Efigênia, na região Centro-Sul da capital, foram assaltados e tiveram suas armas e munições levadas, na tarde desta quarta-feira (10).

De acordo com a Polícia Militar, os vigilantes contaram que estavam em um prédio em obras na avenida Alfredo Balena e que os pedreiros que trabalhavam na construção tinham saído para almoçar quando   dois suspeitos de capacete bateram na porta e quando as vítimas abriram já foram rendidos pelos homens armados. 

Os homens roubaram duas armas, calibre .38 e 22 munições e ainda amarram os seguranças que ficaram cerca de 20 minutos nessa situação, até os pedreiros da obra voltarem para desamarrá-los. Os suspeitos fugiram em uma moto e ainda são procurados pela polícia. A ocorrência será encerrada na Central de Flagrantes da Polícia Civil II (Ceflan II).

Continua após a publicidade

Leia a nota da Santa Casa sobre o caso:

O imóvel situado na Av. Alfredo Balena, 596, foi incorporado ao Grupo Santa Casa BH (GSCBH) em 2013. No local deve ser instalado o Hospital de Olhos Santa Casa BH. Para evitar invasões e/ou ocupações ilegais do imóvel – como ocorrido em 31 de dezembro de 2016, com a reintegração de posse em 16 de março de 2017 -, a instituição contratou os serviços da empresa TBI, que disponibiliza, no local, dois vigilantes armados 24 horas por dia.

Nesta quarta-feira, dia 10, os funcionários da empresa foram rendidos e tiveram suas armas levadas. Os trabalhadores não foram feridos. A Santa Casa BH lamenta que a criminalidade tenha atingido – mesmo que indiretamente – a instituição. Lamenta ainda mais que, por conta da ação, mais duas armas de fogo estão nas mãos de criminosos.

Atualmente, a Santa Casa BH utiliza o imóvel como ponto de dispensação de colírios para pacientes da Clínica de Olhos do hospital. É importante ressaltar que o acesso dos pacientes é realizado por outra entrada e que nenhum deles foi vítima da ação criminosa.

A empresa TBI já tomou as providências cabíveis e a Santa Casa BH aguarda o desfecho do caso, com a recuperação dos armamentos.  

 


Comments are closed.