A prefeitura de Belo Horizonte deve receber até abril deste ano recursos do Ministério das Cidades para realizar obras de infraestrutura, habitação e saneamento básico na capital. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (15) pelo prefeito Alexandre Kalil (PHS) e o ministro Alexandre Baldy, que visita a cidade para conhecer as principais reivindicações do Executivo.

O ministro e o prefeito não chegaram a dar detalhes das obras inicialmente apresentadas. Baldy, contudo, afirmou que “investimentos grandiosos” estão previstos para o complexo da Cachoeirinha, onde há grande incidência de enchentes em épocas de chuva. Para a manhã desta segunda-feira estão previstas visitas do ministro na Via 710 e no Viaduto Leste.

Ainda segundo o ministro, obras abrangem projetos de infraestrutura e habitação, Minha Casa Minha Vida, saneamento básico e coleta e tratamento de resíduos e devem precisar de recursos em torno de R$ 1 bilhão. Baldy afirmou que prefeitura receberá ajuda do governo federal, mas não informou quanto de recurso será liberado e quando liberação pode ocorrer.

Continua após a publicidade

Questionado sobre como obras poderiam ocorrer caso deixasse o ministério para se candidatar às eleições deste ano, o ministro afirmou que prioridade é tratar questões do ministério e que intenção é que obras sejam iniciadas em Belo Horizonte antes de abril (prazo dado aos ministros para que deixem o cargo e se candidatem).

O ministro também foi questionado quanto as atitudes que o governo federal tomará em relação ao Anel Rodoviário e afirmou que decisões dizem respeito ao Ministério dos Transportes, mas reafirmou que até março uma solução será apresentada.


Comments are closed.