O ex-cobrador de ônibus Alcides Severino Botelho foi demitido do cargo no último mês de setembro. Mas não imaginava que isso fosse acontecer. O motivo é que ele participou de uma reunião com o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, na qual escutou que ele e demais colegas não perderiam o emprego.

Alcides é visto durante o vídeo da reunião, que está circulando pela internet, na qual ele afirma estar tranquilo com a permanência do emprego, após ter ouvido a promessa do prefeito de que ele e os demais cobradores não perderiam seus cargos.

Continua após a publicidade

“Meus passageiros, na hora que eles falarem ‘e os cobradores?’, eu vou falar ‘eu ouvi da boca do prefeito, o prefeito falou pra nós que da parte da prefeitura, isso não existe’. Já me sinto bem tranquilo”, diz Alcides, no vídeo. Pouco mais de um mês depois da reunião, foi um dos primeiros a ser demitido.

O ex-cobrador estava trabalhando na empresa São Miguel há quatro anos e nove meses, e disse que se surpreendeu com sua demissão e demais colegas. E afirma se sentir enganado pelo prefeito.

“Eu tinha certeza, com as palavras dele, certeza absoluta, que eu tinha meu emprego garantido. Na hora que perdi meu emprego, eu senti que o prefeito tava mentindo pra mim, tava me enganando, enganando nossos colegas. Ele tinha de mostrar pra mim se ele consegue honrar a palavra dele, por que ele garantiu que tínhamos o emprego garantido”, disse.

Alcides é apenas um dos mais 300 cobradores que foram demitidos do transporte público de Uberlândia nos últimos meses, de acordo com dados do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano de Passageiros (Sinttrurb).

Agora, o ex-cobrador está preocupado, pois seu seguro desemprego está prestes a acabar e possui suas contas para pagar. “Eu tinha como profissão cobrador, não tinha experiência em outra área, como vai ficar da situação? Tá muito difícil conseguir emprego”, afirmou.

Informações: Camila Rabelo


Comments are closed.