A partir da próxima terça-feira (23) o Inhotim vai exigir o cartão de vacina com a comprovação de vacinação contra febre amarela para seus visitantes. “A medida é mais uma ação preventiva que o Instituto adota, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, para conscientizar os visitantes sobre a importância de se vacinar contra a doença. O Inhotim já oferece aos visitantes repelentes, dispostos em locais estratégicos do Museu, como Recepção, Estação Educativa e pontos de alimentação”, informou o museu por nota.

A conferência individual do cartão de vacinação será realizada no estacionamento do parque. Apenas os visitantes vacinados contra a febre amarela ao menos dez dias antes da visita terão acesso ao interior do Instituto.

O Inhotim continua funcionando normalmente: de terça a sexta-feira, das 9h30 às 16h30, e aos fins de semana e feriados, das 9h30 às 17h30. O valor da entrada (inteira) é R$ 44 e pode ser adquirida pelo site: (inhotim.org.br/visite/ingresso).

Continua após a publicidade

Segundo o Instituto não foi identificado nenhum caso de febre amarela no local. O Inhotim afirma que continua tomando todas as medidas preventivas necessárias para combater a doença. Desde meados do ano passado, quando foram registrados os primeiros casos em Minas Gerais, o Inhotim vem adotando uma série de ações.


Comments are closed.