O motorista Ronaldo Miranda Ribeiro foi condenado a 2 anos e 7 meses por homicídio culposo – quando não há intenção de matar – pela morte do cantor Cristiano Araújo e a namorada dele, Allana Morais, em um acidente, em 2015.

Na decisão, a juíza Patrícia Machado Carrijo determinou que Ribeiro cumpra em regime aberto. Ele pode recorrer da sentença, que é de primeira instância.

O acidente ocorreu no dia 24 de junho de 2015, quando o cantor, a namorada e o motorista estavam na BR-153, em Goiás. Eles voltavam para Goiânia após show em Itumbiara, interior do Estado.

Continua após a publicidade

Fonte: O TEMPO


Comments are closed.