A Polícia Civil apresentou, nesta segunda-feira (22), Kenedy Junio dos Santos e Igor Gonçalves Batista, ambos de 18 anos, suspeitos de participação em roubos a motoristas de aplicativos no bairro Gutierrez, na região Oeste de Belo Horizonte. Entre setembro e dezembro do ano passado, eles fizeram ao menos quatro vítimas.

De acordo com a delegada Cristiana Angelini, a dupla foi presa na última semana, durante cumprimento de mandados de prisão preventiva e busca e apreensão. “Eles agiam sempre da mesma forma: solicitavam uma corrida pelo aplicativo, sempre no mesmo ponto de partida, em frente a uma companhia de Polícia Militar da área. Os investigados sempre escolhiam o dinheiro como forma de pagamento, e o destino a avenida Raja Gabaglia. No meio do caminho anunciavam o roubo”, contou a delegada.

Segundo os motoristas informaram à Polícia Civil, os ladrões agiam de forma violenta, inclusive, ameaçando as vítimas de morte. Durante a apresentação, Santos se limitou a dizer que não tinha nada a declarar. Já Batista chorou muito e afirmou se inocente. “Eu jamais faria alguma coisa ruim contra qualquer pessoa. Não tenho envolvimento em crime nenhum”, disse.

Continua após a publicidade

As investigações do caso continuam e a polícia não descarta a participação de outro homem nos casos.
 


Comments are closed.