Um homem de 53 anos morreu, na madrugada desta segunda-feira (22), com suspeita de febre amarela em Juiz de Fora, na Zona da Mata. A informação foi confirmada por meio de nota pela Santa Casa de Misericórdia da cidade. O paciente era morador da zona rural de Belmiro Braga, na mesma região.

De acordo com nota da Santa Casa, o homem foi transferido para o hospital para fazer um transplante de fígado na última sexta-feira (19), por causa de uma hepatite fulminante. “Ele faleceu nesta madrugada (22), por volta de 3h, antes de realizar o transplante. O procedimento ainda não havia sido realizado porque não tinha órgão disponível”, informou a unidade por meio de nota.

Segundo a prefeitura de Belmiro Braga, foi o primeiro caso da doença na cidade. O homem chegou a procurar atendimento em um hospital da cidade fluminense de  Rio das Flores (RJ), antes de ser transferido para Juiz de Fora.

Continua após a publicidade

Até o momento, 18 pessoas já morreram vítimas de febre amarela. Na última quinta-feira (18) um outro homem também morreu com suspeita da doença em Juiz de Fora. O paciente foi transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora na última quarta-feira (17), com o quadro de hepatite fulminante. No mesmo dia, ele passou por uma cirurgia de transplante de fígado, mas, por estar muito debilitado, não resistiu e faleceu na quinta, por volta das 16h.

Há ainda uma morte por suspeita da doença em Porto Firme. O morador faleceu na última quinta-feira (18) com suspeita da doença. No entanto ainda é aguardado o resultado dos exames para saber se a morte foi mesmo por febre amarela. O governo do Estado decretou situação de emergência por causa da doença. 
 


Comments are closed.