Vinte e cinco pessoas morreram por causa da febre em Minas Gerais, segundo o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), nesta terça-feira (23). Segundo o balanço, outras 22 pessoas estão internadas com caso confirmado da doença no Estado e há outros 99 casos em investigação, sendo que desse total, 12 pessoas morreram, mas ainda está sendo investigado se foi por febre amarela.

Os óbitos foram registrados nas cidades de Poço Fundo (1), Belo Horizonte (2), Brumadinho (1), Caeté (1), Mariana (4), Mateus Leme (1), Nova Lima (6), Rio Acima (1), Carmo da Mata (1), Barão de Cocais (1), Santa Bárbara (1), Goianá (1), Mar de Espanha (1), Barra Longo (1), Porto Firme (1) e Viçosa (1).

“Do total de casos confirmados, 44 (93,6%) são do sexo masculino e 03 (6,4%) do sexo feminino. Todos os casos foram confirmados laboratorialmente. Até o momento, não há relato de vacinação para a Febre Amarela entre os casos confirmados. A mediana de idade dos casos confirmados é de 46 anos (15 – 88 anos). A letalidade por febre amarela em Minas Gerais no período de 2017/2018 é de aproximadamente 53,2%”, informou a SES.

Continua após a publicidade

Atualmente, a cobertura vacinal acumulada de febre amarela no Estado de Minas Gerais está em torno de 82%. Por causa do surto de febre amarela, o Estado decretou situação de emergência.

Fonte: O TEMPO


Comments are closed.