Caso Thiago Neves queira transferência, Cruzeiro só é obrigado a liberá-lo por proposta a partir de US$ 10 milhões

Neves foi um dos principais jogadores do Cruzeiro na conquista do pentacampeonato da Copa do Brasil Fonte: Alexandre Guzanshe/E.M/D.A.Press

O Cruzeiro terá obrigação de liberar Thiago Neves se a proposta do Al-Hilal alcançar 10 milhões de dólares (cerca de R$32 milhões). Conforme apurou o Superesportes, esse gatilho do contrato foi uma das exigências do jogador ao assinar vínculo com o clube até dezembro de 2019. Contudo, a expectativa na Toca da Raposa II é que o meia, que no início da semana declarou que sua história em Belo Horizonte está apenas começando, siga no elenco de Mano Menezes.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

Dono de 17 gols e 14 assistências em 2017, além de uma série de premiações individuais pelo desempenho na temporada, Thiago Neves recebeu uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita. O documento oficial, com as condições da oferta, será entregue ao Cruzeiro nesta terça-feira pro seu agente, Leandro Lima. ”Estou indo para Belo Horizonte. Não posso falar nada antes de falar com o Cruzeiro. Tenho reunião agendada para amanhã com a diretoria. E não posso falar nada antes de conversar com o Cruzeiro. Não tenho autorização para falar mais nada”, declarou o representante de Thiago Neves à reportagem.

A possível permanência do meia no Cruzeiro pode até resultar em reajuste salarial. Embora Thiago Neves já tenha um dos maiores vencimentos da Toca da Raposa, o camisa 30 está em patamar inferior, por exemplo, ao recém-contratado Fred. A oferta do Al-Hilal, que de fato espera ter um de seus grandes ídolos de volta, pode ajudar o estafe de Neves a negociar condições ainda melhores do contrato, válido até dezembro de 2019.

CCAA Capinópolis

Após a publicação da reportagem, a assessoria de comunicação do Cruzeiro informou que o salário de Thiago Neves não é inferior ao de Fred. O clube acrescentou ainda que no contrato do meia não há previsão de reajuste salarial em caso de propostas de transferência.

No entanto, durante a apresentação de Fred, foi o vice-presidente de futebol Itair Machado que confirmou o patamar salarial superior de Fred na Toca II. “Fred tem o salário mais alto, mas ele faz gol. Até a gente aqui se fizer mais gols na pelada, somos tratados diferente”.

História no Al-Hilal

Thiago Neves é um dos maiores ídolos da história do Al-Hilal. Em duas passagens pelo clube saudita, entre 2009 e 2011, e entre 2013 e 2015, o meia marcou 64 gols em 125 jogos, com média de 0,512 gol por apresentação. Segundo números disponibilizados por sua  assessoria, Neves ainda deu 31 assistências no período.

No Al-Hilal, Neves conquistou o Campeonato Saudita (2009/2010), a Copa do Rei (2014/2015) e a Copa do Vice-Rei (2009/2010). O meio-campista também foi vice-campeão da Liga dos Campeões da Ásia (2013/2014).

Superesportes

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis