O Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi acionado até a cidade de Nova Serrana, na região Centro-Oeste do Estado, na manhã desta quinta-feira (25), após um gerente de um banco da cidade ser sequestrado e abandonado por bandidos com um suposto artefato explosivo amarrado ao corpo. 

As informações da Polícia Militar (PM) indicam que familiares do homem, que é gerente de uma agência do Itaú, acionaram a corporação ainda na noite de quarta-feira (24) para comunicar o seu desaparecimento, após ele não chegar do trabalho em sua casa, na cidade de Divinópolis. 

“Foram realizadas diligências em locais supostamente frequentados pelo desaparecido, a fim de tentar localizá-lo, contudo, sem êxito. As viaturas da Polícia Militar foram orientadas a realizar passagens periódicas próximas a agências bancárias e manter as atenções voltadas a veículos suspeitos na região”, diz nota oficial divulgada pela corporação.

Continua após a publicidade

Já na manhã desta quinta, alguns moradores avistaram o homem chegando ao banco e, sabendo da possibilidade de seu sequestro, acionaram a polícia. Uma viatura chegou rapidamente ao local, encontrando o homem com fios e um material semelhante a uma banana dinamite presos na cintura. 

O gerente contou aos policiais que foi abordado por volta das 18h30 de quarta, quando chegava em casa, e levado para um cativeiro na zona rural, onde permaneceu como refém de aproximadamente oito homens durante toda a noite.

FOTO: PMMG / DIVULGAÇÃO
bomba nova serrana
Dispositivo foi amarrado no corpo do gerente na manhã desta quinta

Já na parte da manhã, os homens amarraram os “explosivos” em seu corpo e ordenaram que ele seguisse para a agência, sendo acompanhado por eles em um veículo Volkswagen Fox de cor escura. 

Ele deveria entrar na agência, retirar o dinheiro e repassar para os bandidos. Entretanto, a ação dos moradores fez com que a PM chegasse ao local antes da ação ser concluída. Os suspeitos não chegaram a entrar na agência e, até o momento, não teriam sido detidos. 

“Os militares do Bope adentraram no interior da agência bancária e conseguiram desativar os explosivos, retirando-os do corpo da vítima, liberando-a em segurança”, finaliza a nota da PM. A princípio não foi levado nenhum dinheiro da agência bancária.


Comments are closed.