Por liderança, sequência para reservas e ‘lançamento’ de jovens, Atlético visita o Villa

Oswaldo de Oliveira manterá o ‘rodízio’ entre jogadores titulares e reservas nesta quinta-feira Fonte: Bruno Cantini/Atlético

Está mantido o ‘rodízio’. Os jogadores considerados reservas serão os responsáveis por representar o Atlético na partida contra o Villa Nova, marcado para 18h30 (de Brasília) desta quinta-feira. O jogo, válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro, será realizado no Castor Cifuentes, estádio localizado em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A escalação do time reserva significa a manutenção da estratégia estabelecida pela comissão técnica alvinegra. A equipe que enfrentará o Villa Nova será a mesma que empatou diante do Boa Esporte, na estreia do Estadual. Os titulares voltam no domingo, contra o Patrocinense.

E caberá aos reservas cumprir o desafio de fazer com que o Atlético termine a rodada da liderança do Campeonato Mineiro. O time alvinegro encerrou o segundo jogo do torneio na ponta da tabela, com quatro pontos.

A busca pelo resultado, entretanto, não é o principal atrativo da partida desta quinta-feira. Além da chance de dar rodagem aos reservas e possibilitar mais tempo de recuperação aos titulares, a comissão técnica considera que jogos do Campeonato Mineiro são oportunidades ideais para, quem sabe, lançar jovens da base na equipe profissional.

César, Cícero e Nathan, que foram integrados ao elenco principal no início da pré-temporada, ficaram de fora da lista de relacionados. O meia-atacante Marco Túlio, por sua vez, volta ao banco de reservas. As grandes novidades, no entanto, são o meia-atacante Bruno, de 17 anos, e o centroavante Alerrando, 18.

“Para quem inicia o jogo não é teste. A gente conhece os jogadores, estamos preparando para o futuro. Pode ser teste para o Pablo, Marco Túlio, Bruno Roberto, Alerrandro, que são jogadores que estão buscando se firmar. Os outros vão buscar trazer a vitória para a gente”, analisou o técnico Oswaldo de Oliveira.

Outra presença notada na lista de relacionados é a de Carlos César. O lateral-direito volta a ser convocado para jogos depois de mais de oito meses. A última vez que o jogador atuou foi em 13 de maio de 2017, quando sofreu uma ruptura no ligamento do tornozelo esquerdo.

O meia-atacante Luan, por sua vez, segue fora de partidas oficiais. O jogador de 27 anos cumpre uma programação especial para se preparar melhor e suportar a carga excessiva de jogos na temporada.

Iago Maidana, Felipe Santana e o próprio Carlos César também passam por um período de treinamentos específicos. Os três foram relacionados e podem, de acordo com Oswaldo de Oliveira, atuar em bom nível por até 30 minutos.

Volta ao ‘Alçapão’

O Atlético volta a jogar no Estádio Municipal Castor Cifuentes após quase quatro anos. A última vez que o time alvinegro visitou o Villa Nova no ‘Alçapão do Bonfim’ foi em 1º de março de 2014. Na ocasião, a equipe da capital venceu por 4 a 1. Carlos, que estará em campo nesta quinta-feira, marcou um dos gols.

Os times não se enfrentavam no Castor Cifuentes por conta da estrutura do estádio. Em 2018, o Villa conseguiu a permissão da emissora que detém os direitos de transmissão do Campeonato Mineiro para jogar em casa

VILLA NOVA X ATLÉTICO

VILLA NOVA

Renan; Nequinha, Rafael Vítor, Otávio e Marcelo; Elias, Marzagão, Paulo Vítor e Núbio; Daniel Morais e Carrara.

Técnico: Ito Roque.

ATLÉTICO

Victor; Patric, Bremer, Matheus Mancini e Danilo; Yago e Gustavo Blanco; Hyuri, Valdívia e Erik; Carlos.

Técnico: Oswaldo de Oliveira

Motivo: terceira rodada do Campeonato Mineiro

Local: Estádio Municipal Castor Cifuentes, em Nova Lima

Data: quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Jerferson Antônio da Costa

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Pablo Almeida Costa

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Número de cidades em emergência por febre amarela sobe para 162

Prefeitura de Uberlândia finaliza pesquisa de Índice de Infestação do Aedes

Por liderança, sequência para reservas e ‘lançamento’ de jovens, Atlético visita o Villa

Oswaldo de Oliveira manterá o ‘rodízio’ entre jogadores titulares e reservas nesta quinta-feira Fonte: Bruno Cantini/Atlético

Está mantido o ‘rodízio’. Os jogadores considerados reservas serão os responsáveis por representar o Atlético na partida contra o Villa Nova, marcado para 18h30 (de Brasília) desta quinta-feira. O jogo, válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro, será realizado no Castor Cifuentes, estádio localizado em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A escalação do time reserva significa a manutenção da estratégia estabelecida pela comissão técnica alvinegra. A equipe que enfrentará o Villa Nova será a mesma que empatou diante do Boa Esporte, na estreia do Estadual. Os titulares voltam no domingo, contra o Patrocinense.

E caberá aos reservas cumprir o desafio de fazer com que o Atlético termine a rodada da liderança do Campeonato Mineiro. O time alvinegro encerrou o segundo jogo do torneio na ponta da tabela, com quatro pontos.

A busca pelo resultado, entretanto, não é o principal atrativo da partida desta quinta-feira. Além da chance de dar rodagem aos reservas e possibilitar mais tempo de recuperação aos titulares, a comissão técnica considera que jogos do Campeonato Mineiro são oportunidades ideais para, quem sabe, lançar jovens da base na equipe profissional.

César, Cícero e Nathan, que foram integrados ao elenco principal no início da pré-temporada, ficaram de fora da lista de relacionados. O meia-atacante Marco Túlio, por sua vez, volta ao banco de reservas. As grandes novidades, no entanto, são o meia-atacante Bruno, de 17 anos, e o centroavante Alerrando, 18.

“Para quem inicia o jogo não é teste. A gente conhece os jogadores, estamos preparando para o futuro. Pode ser teste para o Pablo, Marco Túlio, Bruno Roberto, Alerrandro, que são jogadores que estão buscando se firmar. Os outros vão buscar trazer a vitória para a gente”, analisou o técnico Oswaldo de Oliveira.

Outra presença notada na lista de relacionados é a de Carlos César. O lateral-direito volta a ser convocado para jogos depois de mais de oito meses. A última vez que o jogador atuou foi em 13 de maio de 2017, quando sofreu uma ruptura no ligamento do tornozelo esquerdo.

O meia-atacante Luan, por sua vez, segue fora de partidas oficiais. O jogador de 27 anos cumpre uma programação especial para se preparar melhor e suportar a carga excessiva de jogos na temporada.

Iago Maidana, Felipe Santana e o próprio Carlos César também passam por um período de treinamentos específicos. Os três foram relacionados e podem, de acordo com Oswaldo de Oliveira, atuar em bom nível por até 30 minutos.

Volta ao ‘Alçapão’

O Atlético volta a jogar no Estádio Municipal Castor Cifuentes após quase quatro anos. A última vez que o time alvinegro visitou o Villa Nova no ‘Alçapão do Bonfim’ foi em 1º de março de 2014. Na ocasião, a equipe da capital venceu por 4 a 1. Carlos, que estará em campo nesta quinta-feira, marcou um dos gols.

Os times não se enfrentavam no Castor Cifuentes por conta da estrutura do estádio. Em 2018, o Villa conseguiu a permissão da emissora que detém os direitos de transmissão do Campeonato Mineiro para jogar em casa

VILLA NOVA X ATLÉTICO

VILLA NOVA

Renan; Nequinha, Rafael Vítor, Otávio e Marcelo; Elias, Marzagão, Paulo Vítor e Núbio; Daniel Morais e Carrara.

Técnico: Ito Roque.

ATLÉTICO

Victor; Patric, Bremer, Matheus Mancini e Danilo; Yago e Gustavo Blanco; Hyuri, Valdívia e Erik; Carlos.

Técnico: Oswaldo de Oliveira

Motivo: terceira rodada do Campeonato Mineiro

Local: Estádio Municipal Castor Cifuentes, em Nova Lima

Data: quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Jerferson Antônio da Costa

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Pablo Almeida Costa

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Número de cidades em emergência por febre amarela sobe para 162

Prefeitura de Uberlândia finaliza pesquisa de Índice de Infestação do Aedes