Volante brasileiro Gabriel Appelt fez o gol da surpreendente vitória do Leganés diante do Real Madrid Fonte: Javier Soriano

Quando parecia que o Real Madrid iria fazer as pazes com sua torcida e ganhar um pouco mais de tranquilidade para o restante da temporada, a equipe voltou a decepcionar. E na noite dessa quarta-feira não foi qualquer tropeço. Diante de sua torcida, no Estádio Santiago Bernabéu, os merengues foram derrotados pelo Leganés por 2 a 1 e estão fora da Copa do Rei, já que haviam vencido o primeiro confronto das quartas de final por 1 a 0. Nesse caso, o gol fora de casa pesou a favor do Leganés.

Cristiano Ronaldo não atuou por causa do corte no rosto que sofrera durante a goleada em cima do Deportivo La Coruña, no fim de semana. Mesmo assim, Zidane apostou em uma equipe praticamente titular, que contou com jogadores como Sérgio Ramos, Llorente, Kovacic, Isco, Lucas Vázques, Benzema e Ansensio. Em baixa, Casemiro não saiu do banco de reservas. Modric, Carvajal e Mayoral ainda entraram no segundo tempo, mas não conseguiram evitar o vexame.

Continua após a publicidade

Quarto colocado no Campeonato Espanhol 19 pontos atrás do líder Barcelona e com Villarreal e Sevilla em sua cola, o Real Madrid tem agora praticamente apenas a Ligas dos Campeões da Europa como possibilidade de título. Dia 14 de fevereiro, o atual campeão abre as oitavas de final contra o Paris Saint-Germain de Neymar.

Por outro lado, o Leganés só tem a comemorar o fato histórico. Apenas 13º colocado no Espanhol, a equipe verde nunca havia vencido o Real Madrid. Seu adversário nas semifinais sairá do duelo regional entre Barcelona e Espanyol.

No campo do Santiago Bernabéu, Eraso abriu o placar aos 31 minutos do primeiro tempo. A vantagem do Leganés refletiu em muitas vaias aos merengues no intervalo e o recado até pareceu ser absorvido, pois logo aos dois minutos da etapa final, Benzema empatou o jogo. O que ninguém esperava era com um ‘tiro’ de cabeça acertado pelo brasileiro Gabriel após cobrança de escanteio na área do Real aos 10 minutos da etapa final.

Revelado pelo Resende, do Rio de Janeiro, o jogador carioca de 24 anos, que também tem nacionalidade portuguesa, fez a vida jogando na Itália e nessa quarta se consagrou como carrasco de um dos maiores clubes do mundo.

Claro que o Leganés se fechou com todas as forças e sofreu muito com a pressão madrilenha nos minutos seguintes, mas nem mesmo a torcida ajudava. As vaias ficaram mais fortes principalmente após o apito final, quando o Leganés, enfim, pôde comemorar.

Valencia avança

Quem também garantiu vaga nessa quarta-feira foi o Valencia. Depois de vencer em casa por 2 a 1 no duelo de ida, a equipe encontrou muita dificuldade em Vitoria-Gasteiz. Diante de pouco mais de 19 mil torcedores, o Alavés devolveu o placar de 2 a 1. Todos os gols foram marcados no segundo tempo. Um minuto após entrar em campo, El Haddadi abriu o placar para os donos da casa. Na sequência, Mina, também em seu primeiro lance, deixou tudo igual. Só aos 41, Sobrino marcou o gol que levou o jogo para a prorrogação.

Como ninguém balançou as redes no tempo extra, a definição foi para os pênaltis. E aí toda a empolgação do Alavés se viu frustrada. Alfonso, Perez e Sobrino, herói no tempo regulamentar, desperdiçaram suas cobranças. Do outro lado, apenas Kondogbia falhou. Assim, o Valencia fez a festa fora de casa com uma vitória por 3 a 2 nas penalidades e confirmou sua classificação.

Na semifinal da Copa do Rei, o Valencia vai encarar o Sevilla, que na terça despachou o Atlético de Madrid com autoridade.

Superesportes


Comments are closed.