Belo Horizonte confirmou, na noite desta sexta-feira (26), mais um óbito por febre amarela de morador da cidade, que já soma três óbitos pela doença. Em nenhum dos casos, de acordo com a prefeitura, a transmissão ocorreu na capital.

A vítima é um homem de 42 anos, que morava na região Oeste da cidade e não tinha registro de vacina. Ele teria sido contaminado em um sítio de um município da região metropolitana.

O homem estava internado em um hospital público e morreu na última segunda-feira (22). Os resultados que confirmaram a febre amarela foram liberados nesta sexta-feira.

Continua após a publicidade

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), assim que foi notificada da suspeita de febre amarela, no último domingo (21), executou ações de zoonoses e intensificação vacinal. Foram realizadas, conforme a pasta, vistorias para retirada de focos do mosquito Aedes aegypti em imóveis próximos à casa da vítima e busca ativa para identificar pessoas que ainda não se vacinaram.

A cobertura vacinal contra febre amarela na capital, atualmente, é de 88%. A vacina está disponível nos 152 centros de saúde da capital, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.


Comments are closed.