A escola é um local de aprendizado, onde objetos comuns de se encontrar são lápis, canetas e, no máximo, bolas de futebol. Entretanto, em uma instituição localizada no aglomerado Pedreira Prado Lopes, no bairro São Cristóvão, região Noroeste de Belo Horizonte, a Polícia Militar (PM) encontrou muito mais no que isso. Na madrugada desta sexta-feira (26), uma denúncia levou a corporação até um esconderijo no telhado da Escola Municipal Doutor José Diego de Magalhães onde estavam drogas e armas.

Conforme a Polícia Militar (PM), militares do Tático Móvel do 34º Batalhão faziam uma operação contra a disputa pelo comando do tráfico de drogas na região quando receberam a denúncia de um morador do aglomerado.

Os policiais foram até a escola, localizada na rua Carmo do Rio Claro, e após buscas no telhado, acabaram localizando uma grande quantidade drogas, armas de fogo e diversas munições, a maior parte delas de uso restrito das forças armadas.

Continua após a publicidade

Além de uma submetralhadora da marca Glock, calibre 9 mm, também foi encontrado um kit de adaptador (para transformar pistolas em submetralhadora) e vários carregadores alongados (com uma maior capacidade para munição da arma).

FOTO: PMMG / DIVULGAÇÃO
armas escola
Submetralhadora estava escondida no telhado da escola

Além disso, também foi apreendido 1 kg de cocaína, 18 kg de maconha, uma luneta para fuzil, 69 munições de .380, 51 de calibre .40, outras 56 munições de 7 mm, 41 de 7.63 e 191 munições de 9 mm.

 

Tiros

Após a apreensão, quando os policiais já deixavam o local com os materiais encontrados, vários homens saíram de um beco próximo e começaram a atirar na direção da viatura. Os militares revidaram e houve troca de tiros. Os homens conseguiram fugir e ninguém foi preso ou aparentemente baleado.

Os PMs não conseguiram identificar os autores. Todo o material apreendido foi levado para a Central de Flagrantes (Ceflan) 4 da Polícia Civil (PC), no bairro Alípio de Melo.


Comments are closed.