Pelo menos 12 presos fugiram da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo os agentes penitenciários, foi descoberto um buraco na parede em uma das celas, durante vistoria, antes do horário de visita, na manhã deste sábado (27).

De acordo com o vice-presidente da Associação Mineira dos Agentes e Servidores Prisionais (AMASP), Luiz Gelada, não há informações ainda sobre a quantidade exata de presos que teriam deixado a unidade prisional. A fuga foi descoberta às 9h, quando as visitas já estavam no pátio e os detentos não apareceram.

Os agentes foram verificar qual era o problema e descobriram um buraco na parede. As visitas foram suspensas e o grupo de intervenção rápida do Sistema Prisional foi acionado para ajudar na vistoria das celas e na procura dos presos.

Continua após a publicidade

Segundo ele, as fugas estariam acontecendo há dois dias, pelo buraco que fica no Anexo 3, próximo à muralha. “Todos os presos terão que ser levados para o pátio para ser feita a contagem, mas não há efetivo de agentes suficientes para isso”, afirmou Gelada.

A Secretaria de Administração Prisional (Seap) foi procurada diversas vezes pela reportagem e ainda não se manifestou. A assessoria de imprensa promete a divulgação de uma nota.

Aguarde mais informações


Comments are closed.