A Polícia Militar prendeu, nesta segunda-feira (29), um jovem de 19 anos suspeito de estuprar uma adolescente de 12 anos no Rio Paranaíba, no Alto Paranaíba. Segundo a Polícia Militar, o irmão da menina também foi preso, porque agrediu a adolescente após saber do estupro.

A vítima contou para a polícia que conversava com o jovem pelo whatsap e que marcaram o encontro pelo aplicativo. Nesta segunda eles não chegaram a manter relações sexuais, mas a menina contou que eles já tinham se encontrado e consumado o ato em outras ocasiões.

O caso foi descoberto depois que a adolescente ficou sozinha em casa na comunidade rural de Abaeté dos Mendes. Uma vizinha viu uma movimentação estranha na casa e resolveu ir ver o que estava acontecendo. Ao chegar na casa, ela encontrou o jovem de 19 anos escondido no quarto e chamou os familiares da menina que voltaram para casa.

Continua após a publicidade

O suspeito fugiu da casa. A menina contou para a mãe que tinha marcado o encontro com o jovem e que já fizeram isso outras vezes. Ao saber disso, o irmão da adolescente, de 18 anos, acabou batendo na menina com um cinto. A família acionou a polícia, que fez um rastreamento e encontrou o suspeito do estupro.

Inicialmente o jovem negou que tivesse cometido o estupro, mas depois acabou confirmando a versão da vítima. Mesmo que a menina tenha consentido por ela ter 12 anos a legislação entende como estupro. O celular do suspeito foi apreendido para a polícia checar as mensagens. O irmão da menina também foi levado para a Delegacia de Polícia Civil por causa das agressões.
 


Comments are closed.