Presidente Sérgio Sette Câmara comentou imbróglio que envolve Atlético, Fred e Cruzeiro Fonte: Alexandre Guzanshe/E.M/D.A.Press

O Atlético deve receber, nos próximos dias, R$ 10 milhões referentes a uma cláusula no contrato de rescisão de Fred, que só poderia defender o Cruzeiro em caso de pagamento dessa multa. Mas como gastar esse dinheiro? Questionado sobre o tema, o presidente alvinegro Sérgio Sette Câmara pregou cautela e indicou o que deve fazer com o montante.

“Não (sabemos o que faremos com o dinheiro). Não tenho ainda ideia. Evidentemente, o Atlético tem muita conta para pagar. Como a maioria dos clubes brasileiros, o Atlético também passa por muitas dificuldades financeiras. Nós estamos tentando arrumar a casa. Esse dinheiro, claro, será muito bem-vindo para que a gente possa estar honrando alguns compromissos também”, disse o mandatário durante a cerimônia do Troféu Guará, premiação que elege os melhores do futebol mineiro na temporada anterior.

Continua após a publicidade

Atlético e Fred rescindiram o contrato na noite de 22 de dezembro de 2017. No dia seguinte, o centroavante era anunciado como reforço do Cruzeiro. Para aceitar a proposta, o jogador exigiu que o clube celeste assumisse o pagamento dos R$ 10 milhões.

A diretoria do Cruzeiro, por meio do vice-presidente de futebol Itair Machado, concordou com o pedido e deu prosseguimento às negociações. A multa passou a valer um dia depois do registro de Fred no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O atacante teve o nome publicado na plataforma em 16 de janeiro.

Sem o pagamento em mãos, o Atlético acionou Fred – primeiro responsável pela quitação da multa – na Câmara Nacional de Resolução de Disputas, da CBF. Nesse meio tempo, o Cruzeiro adiou um posicionamento definitivo sobre a questão. O departamento jurídico do clube celeste analisava a situação para avaliar a regularidade da cláusula dos R$ 10 milhões.

O último posicionamento indica que o Cruzeiro pagará e se pronunciará oficialmente sobre a multa por Fred até esta quarta-feira – um dia depois do último prazo dado. Sérgio Sette Câmara adotou cautela ao comentar sobre o tema, mas disse esperar o pagamento do clube celeste.

“Espero que isso aconteça. Esse assunto está entregue ao departamento jurídico do Atlético. Eu, como advogado, evidentemente o Atlético só fala nos autos. O processo já está distribuído à Câmara Arbitral da CBF. Espero que a gente chegue a um bom tom. Acredito que eles vão cumprir… O Fred, no caso, vai cumprir com o compromisso que ele assinou conosco”, completou o presidente.

Posicionamento do Cruzeiro

Por meio do presidente Wagner Pires de Sá e do vice de futebol Itair Machado, o clube celeste também comentou o caso na noite desta segunda-feira, durante a premiação. O mandatário reforçou que o clube pagará os R$ 10 milhões para o Atlético ainda esta semana.

“A multa nós vamos acertar amanhã (terça-feira). Está com nosso departamento jurídico, que, naturalmente, deve ter entrado em contato também com o Atlético. Vai ser paga pelo Cruzeiro. Eu não sei se será amanhã (terça), porque são detalhes jurídicos, de ítens, não sei. Mas nós vamos pagar”, garantiu o presidente durante entrevista na cerimônia do Troféu Guará, premiação que elege os melhores do futebol mineiro na temporada anterior.

Questionado sobre o tema, o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, endossou as palavras de Wagner Pires de Sá e garantiu que a quantia será repassada ao Atlético. O dirigente disse que o clube celeste efetuará o pagamento até, no máximo, esta quarta-feira.

“O nosso jurídico, amanhã (terça-feira), ou no máximo quarta de manhã vai estar dando uma entrevista ou uma nota oficial para dar a posição oficial do Cruzeiro”, disse Itair.

Superesportes


Comments are closed.